12.8.12

MORRO REUTER / RS / BRASIL

site da festa: http://festadalavanda.com.br





 ........................................................................................................................................................... 

::: Mapa Turistico de Morro Reuter - 2ª Edição - 2010 :::
Arquivo em tamanho A4, configurado para impressão. 
Clique na imagem e espere ampliar, clique com o botão direito e salve no seu computador

Caminho mais curto para GRAMADO, por Morro Reuter!
Sabia que existe um caminho alternativo para chegar em Gramado, partindo de MORRO REUTER?
30 km mais perto e sem pedágio!!!! O asfalto do acesso em Morro Reuter está pronto, pela VRS 833.
Lembrando que temos excelentes opções de restaurantes e lugares bem legais para compras e visitas! (ateliês, lojas, chocolates, cafés...)


História - Morro Reuter - RS

Localizada na Encosta Inferior Nordeste, ao norte de Dois Irmãos, Morro Reuter situa-se num pequeno altiplano, num ponto privilegiado pela natureza, pois de seus morros se descortina uma impressionante e idílica paisagem.
Antes da chegada de imigrantes almeães, viviam na região indígenas que se abrigavam em cavernas e cujos restos de cerâmica no início do século ainda eram abundantemente encontrados.
As inscrições deixadas nas cavernas, lamentavelmente, segundo relatos de antigos moradores, teriam sido destruídas na tentativa de encontrar ouro.
Em 1829 chegaram à região de Dois Irmãos os primeiros imigrantes que, poucos anos após, colonizariam a atual Morro Reuter, denominação derivada de um de seus primeiros moradores, da família Reuter.
Em 1872, o imigrante João Wagner, nascido em 1826 na região de Trier, na localidade de Weiskirchen, fundou a primeira Escola Particular de Morro Reuter.
Em 1888 foi inaugurado o salão com casa comercial de Albino Sperb. Na mesma época era construído o Salão Wolf, hoje é a residência da família Bohn.
João Wagner, emérito professor e grande colaborador com os jesuítas encarregados da Assistência Religiosa à população, após 41 anos de magistério, entregou o posto a Alfredo Wiest, vindoa falecer aos 87 anos de idade, em 1 de abril de 1913.
Este bravo pioneiro é homenageado hoje denominando a Escola Estadual local (E. E. João Wagner).
Nos anos 70, com a construção da BR/101 e a rodovia São Vendelino (que desviaram o fluxo de veículos para essas rodovias), Morro Reuter sofreu um período de estagnação que terminou, nos anos 80, com a instalação de indústrias de calçados e a conseqüente vinda de imigrantes, que deram novo impulso a economia local, bem como a atividade social, cultural, e esportiva.
A origem do nome do município é uma homenagem aos primeiros moradores do local, a família "Reuter" numa elevação ao "Morro". (fonte: http://www.riogrande.com.br/municipios/morroreuter.htm)

foto gentilmente cedida por: Rene Hass

...........................................................................................................................................................  

Morro Reuter - Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. http://pt.wikipedia.org/

Morro Reuter é um municpipio brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 29º32'17" sul e a uma longitude 51º04'51" oeste, estando a uma altitude de 492 metros. Sua altitude máxima atinge os 700 metros. Compõem o município de Morro Reuter as localidades de Walachai, São José do Herval, Muckental, Fazenda Padre Eterno, Franckental, Bickental, Picada São Paulo, Linha Cristo Rei, Batatentahl, Planalto, Belvedere e Linha Görgen. Setenta por cento da população de Morro Reuter encontra-se na zona urbana, enquanto os trinta por cento restantes estão estabelecidos na zona rural. A vegetação predominante é a mata atlântica, com relevo formado por pequenos altiplanos e as primeiras morrarias da Serra do Mar na região, sendo por isso considerado o "primeiro degrau da serra gaúcha".
Sua população estimada em 2007 era de 5.599 habitantes e possui uma área de 85,914 km²
Morro Reuter
Se Vükiped: sikloped libik Bunön lü: nafam, suk Tat: Rio Grande do Sul in Brasilän.


Topam in tat: Rio Grande do Sul.
Morro Reuter binon zif in tat: Rio Grande do Sul, in Brasilän. Morro Reuter topon videtü 29°32’ 16’’ S e lunetü 51°4’ 51’’ V.
Sürfat ela Morro Reuter binon mö 88,06 km².
Morro Reuter labon belödanis 5 548 (2005).
koordinats: 29°32’ 16’’S 51°4’ 51’’V / -29.53778, -51.08083
Pekopiedon se "http://vo.wikipedia.org/wiki/Morro_Reuter"

...........................................................................................................................................................

Rota Romântica 
Regiões Turísticas Serra Gaúcha e Grande Porto Alegre 
Informações: Associação dos Municípios da Rota Romântica - Fone: (54) 3285-2147
www.rotaromantica.com.br - rotaromantica@hotmail.com - moinho@picadacafe.rs.gov.br


Charmoso roteiro localizado entre a planície do Vale dos Sinos e o planalto da Serra Gaúcha, bem próximo à capital do Estado. A Rota Romântica é um roteiro emocionante, irresistível, com boa estrutura receptiva e com diversos atrativos a oferecer ao turista.
As treze cidades que o compõem são o destino ideal para quem procura uma viagem diferenciada dentro do Brasil, com paisagens de tirar o fôlego, cercadas de vilarejos tranqüilos e com uma deliciosa culinária colonial. Quem entra nessa aventura, dificilmente fica indiferente à beleza e ao romantismo que os lugares inspiram. São vales, campos, cascatas e jardins coloridos, onde você percebe o quanto à natureza foi generosa com essa região.A arquitetura e a cultura refletem a predominante colonização alemã, com fortes valores culturais regionais. O folclore apresenta desde a cultura alemã até a essencialmente gaúcha.
Possui uma economia bem diversificada, destacando-se em vários setores, desde calçados, produtos em couro e afins, até a indústria alimentícia, a moveleira, as confecções, a metalurgia, bem como o próprio turismo, de fortes características religiosas e rurais.
Época recomendada para visitar: nas festas municipais; durante o período natalino; no outono e no inverno, por ter um clima diferente de todo o país.

Cidades: Canela, Dois Irmãos, Estância Velha, Gramado, Ivoti, Morro Reuter, Nova Petrópolis, Novo Hamburgo, Picada Café, Presidente Lucena, Santa Maria do Herval, São Francisco de Paula e São Leopoldo.

Não deixe de ver:
- o Marco Zero da Rota Romântica em São Leopoldo;
- o Museu Frederico Scheffel - único do gênero no mundo - que abriga um acervo tão variado e grandioso de um só artista, em Novo Hamburgo (Hamburgo Velho);
- o Núcleo de Casas Enxaimel da Feitoria, em Ivoti;
- o Parque Histórico Municipal Jorge Kuhn, visitando a SEDE da Rota Romântica;
- o Parque do Imigrante com seu artesanato e o Labirinto, em Nova Petrópolis;
- a Cascata do Caracol com seu teleférico, em Canela;
- as cachaçarias, as vinícolas, fábricas de chocolates e as malharias, ao longo da Rota Romântica;
- e saborear os tradicionais cafés coloniais;
- e participar de grandes eventos como: FIMEC (N.Hamburgo); Encontro de Motocicletas (Estância Velha); Festival de Cinema e Natal Luz (Gramado); Natal dos Anjos (Dois Irmãos) e tantas outras festas municipais;
Além dos municípios citados acima, não deixe de visitar também os atrativos e eventos dos municípios de Santa Maria do Herval, Presidente Lucena, São Francisco de Paula e Morro Reuter.
fonte: www.rotaseroteiros.com.br
Sede Rota Romântica - Picada Café

 ...........................................................................................................................................................  
O Hino de Morro Reuter

O verde imenso vale a teus pés
Belas montanhas se erguem ao redor
Serra gaúcha tem começo aqui
Onde este céu azul e claro é mais azul
Maior beleza pelo que tu és
Cheia de vida, entusiasmo, amor
Deus que te fez, mais uma vez
Seus sinais deixou no Sul

Refrão:
Morro Reuter, Morro Reuter
Terra amada tu sempre serás
Morro Reuter, Morro Reuter
Ganharás sempre mais vida e paz

Teu povo unido, alegre e acolhedor
Vive da terra e da indústria, sim
Mas é o turismo o grande ideal:
Pôr tua beleza a serviço dos irmãos
Seja no Centro ou no Interior
Um paraíso verde, flor jardim
Queres fazer e em tudo ter
Harmonia e união

Rota Romântica nos levará
Do vale 'as serras, com belezas mil
Lembrando os imigrantes alemães
Que deste chão fizeram seu segundo lar
Um dia o mundo inteiro saberá
Deste recanto sul do meu Brasil
Encantos teus - obras de Deus
Que nós vamos preservar

Virgem, Imaculada Conceição
Tua padroeira te abençoará
Povo cristão, devoto e fiel
Busca em Maria seu refúgio protetor
Guiados por suas maternas mãos
O nosso coração alcançará
A plena luz, Cristo Jesus
Fonte de beleza e amor

composto em 1996, 
pela freira Míria Kolling

 ...........................................................................................................................................................  
Livro Morro Reuter de A a Z  - Carlos Urbim 
Publicado pela RBS Publicações em 2003


Túnel do Tempo

Coluna do Jornal O Diário - Dois Irmãos,15/09/2008
Morro Reuter - Hoje em dia a cidade já não tem mais rodoviária. Nos tempos antigos, Morro Reuter nem era cidade, mas tinha rodoviária, onde era o ponto não só dos ônibus estacionarem, mas também de venda de moranguinhos produzidos em São José do Herval. Os tempos passaram, a cidade perdeu sua rodoviária e hoje restaram apenas os prédios antigos, onde hoje está o Restaurante Klaus e a Metalúrgica Reuter...

(outra foto antiga, dos arquivos do jornal "O Diário" - gentil colaboração de Mauri
Origem do Café Colonial

Narrativa do jornalista Alan Caldas, proprietário do Jornal Dois Irmãos, enviada para o Jornal do Comércio e publicada em 29/08/2008: coluna Gastronomia - Carlos Pires de Miranda

... Conta que nos anos de 1940 foi fundado em Morro Reuter - então pertencente a São Leopoldo - o Restaurante Turista, de propriedade de Bertholdo Belmiro Feltes, de origem alemã. Logo passou a oferecer um "café com mistura", composto de chá, vinho, geléia, pães, cucas, lingüiça (Wurst) e uma série de docinhos e salgados. No início dos anos 1950, repórteres de uma revista especializada em carros fizeram uma viagem de Salvador até Montevidéu, parando em cada ponto que consideravam interessante.

Quando chegaram a Morro Reuter, ficaram impressionados com o café, servido com tantas variedades. Os garçons, que falavam somente alemão, inspiraram o batismo do inédito sistema de alimentação. Os repórteres chamaram-no de café alemão, precursor do café colonial que hoje conhecemos. Mais tarde, nas proximidades do primeiro, surgiu a Copacabana, galeteria que também servia café colonial. Nos anos de 1960, por inspiração e patrocínio do então governador Leonel Brizola, foi fundado o famoso Restaurante Paradouro, ainda hoje existente em Morro Reuter.
(contribuição de Cleci Maria Avanzi)